Brasil

Ministro do Supremo admite: “Não devemos satisfação a ninguém”

Publicado em Atualizado em

supremo-752x440

“Não devemos satisfação depois da investidura a absolutamente mais ninguém”: são palavras do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal.

A declaração escandalosa se soma a recente decisão do ministro Barroso, que praticamente “legalizou” o aborto no primeiro trimestre de gravidez, e mostra a urgência que temos de frear os abusos do Poder Judiciário em nosso país. Assista a esta aula e saiba como podemos combater juntos esta ameaça chamada “ativismo judicial”! Leia o resto deste artigo »

O ex-presidente que virou ministro para voltar a virar presidente

Publicado em

A história do menino pobre e proletário que passou a se enxergar como um messias – e a gostar bastante do poder

Ele veio de baixo, filho de pais sem ligações com o poder. Teve uma infância pobre e sofrida, marcada por privações materiais e pela sombra da morte pairando sobre seus familiares mais próximos. Nada muito diferente de boa parte dos seus compatriotas.

Como num conto de fadas transformado em realidade, ele conseguiu chegar, na alvorada do terceiro milênio, ao mais alto posto de poder do seu país, trajando a imagem do líder renovador, representante dos anseios de progresso da sua gente. Seu primeiro mandato, apesar de alguns escândalos e de várias polêmicas diplomáticas, é constantemente lembrado pelos seus admiradores, até hoje, como um governo de progresso econômico e de resgate do orgulho nacional. Leia o resto deste artigo »

Microcefalia e Zika Vírus: perplexidades, dúvidas, hipóteses e direitos

Publicado em Atualizado em

Nota do grupo de trabalho da União dos juristas católicos do Rio de Janeiro sobre a crise de microcefalia no Brasil

Publicamos abaixo a nota do grupo de trabalho da União dos juristas católicos do Rio de Janeiro sobre a crise de microcefalia no Brasil.

MICROCEFALIA E ZIKA VÍRUS: PERPLEXIDADES, DÚVIDAS, HIPÓTESES E DIREITOS

A atual crise na saúde pública brasileira, decorrente do aumento dos casos de microcefalia – e mais recentemente da Síndrome de Guillain-Barré – tem sido supostamente associada, em maior ou menor grau, a uma epidemia causada pelo Zika vírus. Este conturbado cenário soma-se a outras graves crises pelas quais passa a nossa nação. Correlacionado a isso, transparece o drama das pessoas e famílias atingidas, bem como direitos individuais e sociais, em especial os direitos constitucionais à saúde e à inviolabilidade do direito à vida, desde o início da existência no útero materno. Leia o resto deste artigo »