Quaresma com Santo Agostinho, domingo

Publicado em

Quarta semana da Quaresma: Jesus, Luz do Mundo.
“Jesus falou-lhes: Eu sou a luz do mundo quem me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida.” (Jo 8, 12)

INTRODUÇÃO

Ao recuperar a visão para os cegos: é o sinal de uma nova cura e salvação do homem marcado por um caminho progressivo da fé. Um encontro casual com o profeta Jesus (Jo 9, 17) é transformado no conhecimento e adoração ao Senhor Jesus (Jo 9, 34-38). E ‘Este é o caminho de cada batizado, que liberta o coração de todos os depósitos que borra a natureza do filho de Deus. Jogando no significado da palavra Siloé, que significa o Enviado, Agostinho lembra que, se Cristo não tivesse sido apresentado como o Enviado (missus) da parte do Pai, o homem não teria sido Desviado (di-missus) do pecado, que é perdoado.

Dos discursos de Santo Agostinho, Bispo (Sermo 136 / C, 1-3,5)
Veja a luz de Deus

As obras de Cristo seu Senhor, então aqueles que ele executou nos corpos, agora realiza nos corações. Embora não em todos deixam de operar, mas nos corações sua ação é mais. Se não é, certamente, uma grande coisa a vista da luz do céu, como é maior para ver a luz de Deus! Para este fim, de fato, ter curado os olhos do coração, este é aberto, este é purificado, para que possam ver a luz, que é Deus. Porque Deus é luz, diz a Escritura, e nele não há trevas (1 João 1, 5); e o Senhor no Evangelho: Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus (Mt 5, 8). Então, nós que permanecemos admirando o que este cego vê agora, com toda a nossa força, que o próprio Deus nos dá o dom, de perseverar na oração, para que nossos corações sejam curados e também purificados. Que aproveita a ser feito pelos pecados do mundo a pia batismal e, em seguida, retornar imediatamente para manchar com fantasias perversas?

O cumprimento progressivo desta obra do Senhor, para que o cego tinha olhos claros, leva a vislumbrar algo grande e importante. Evidentemente, o Senhor Jesus Cristo poderia – e aqueles que podem dizer: Ele não poderia? E tocou os olhos, sem a mistura de saliva e lama, e torná-lo imediatamente, ou melhor, para dar-lhe a visão. Ele poderia fazê-lo. O que devo dizer: Se ele tivesse tocado? O que ele não podia fazer com a palavra se ele queria? Através da palavra o que é impossível para a Palavra, não a qualquer palavra, mas o que no princípio era o Verbo, e o Verbo era Deus. A Palavra no princípio Deus com Deus se fez carne para habitar entre nós (Jo 1, 1-2,14 ). […] Ele seguiu, portanto, no tratamento desta cego de nascença, que era a humanidade figurada, que nasceu cega; portanto, o Senhor também seguiu um gradual proceder neste homem em ser iluminado. Cuspiu no chão e fez lama, em seguida, encharcou de saliva e esfregou nos olhos.

Mas, considerando que ele foi enviado para lavar o rosto. A piscina de Siloé. O que significa “Siloé”? Apropriadamente não mudou o evangelista: o que significa “enviado” (Jo 9, 7). Quem é o enviado a não ser aquele de quem está escrito: Eis o Cordeiro de Deus? Em que ele lavou o rosto e que havia sido manchado, porque em Cristo Senhor se cumpriu todas as profecias. Quem não conhece o Cristo impediram a vista. Mas este processo gradualmente utilizado diante dos olhos desse homem, ele também seguiu em seu coração. Preste atenção em como conduzir o interrogatório dos judeus: O que você diz sobre este homem? Eu digo – respondeu – que é um profeta (Jo 9, 17). Ele ainda não tinha lavado em Siloé os olhos do coração. Os olhos, na verdade, já estavam aberto, mas o coração ainda estava fechado. Quando ele lavou o rosto, respondeu que podia, porque seu coração parou, não era cego. Tal razão e ter a massa – ou seja, ele teve seu coração – e, em vez disso, ele já havia aberto os olhos do corpo.

Responderam-lhe eles: Tu nasceste todo em pecado e nos ensinas?… E expulsaram-no. Jesus soube que o tinham expulsado e, havendo-o encontrado, perguntou-lhe: Crês no Filho do Homem? Respondeu ele: Quem é ele, Senhor, para que eu creia nele? Disse-lhe Jesus: Tu o vês, é o mesmo que fala contigo! Creio, Senhor, disse ele. E, prostrando-se, o adorou. Jesus então disse: Vim a este mundo para fazer uma discriminação: os que não vêem vejam, e os que vêem se tornem cegos. (Jo 9, 34-38) Deixe aquele que tem os olhos abertos, no entanto, tem uma vista para o coração ainda fechado. Enfurecido os judeus, perdedores e mais expostos, com raiva e cego contra ele, pudesse vê-lo fora. No momento em que o jogaram para fora, em seguida, entrou, onde os judeus na casa de Deus não teria sido capaz de caçar. Então, expulsou, ele encontrou no templo do Senhor, que falou com ele – foi certamente conhecido por aqueles que tinham feito o ponto de vista do corpo, permanecendo cobriu o coração. Agora tem a visão do coração, agora vai para Siloé, porque agora reconhece o Unigênito o enviado – Você acredita? – diz ele: no Filho de Deus? E Quem é ele? Senhor, para que eu creia nele? Como impedido, ainda não cego. E o Senhor: Você já viu ele e aquele que fala com você, é ele. Ouvindo estas palavras, o equivalente a lavar o rosto do coração. Finalmente, o que, já lavou o rosto, com a visão do coração, disse: Senhor, eu creio, e adoraram perante o adorou.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s