Todos os meus ossos dirão: Senhor, quem é como tu?

Publicado em Atualizado em

Agostino

Oração

Eu considerei o mundo que crê em Cristo; e, para o fato de que Deus se humilhou a tempo para nós, com alegria eu elogiado, porque ele goza de uma dessas vítimas. E eu vou cantar louvores ao Senhor. Com o coração e de fato me alegro no Senhor. (En. In Ps. 26, I, 6)

leitura

Todos os meus ossos dirão: Senhor, quem é como tu?

Com o nome de “ossos” do Corpo do Senhor será nomeado todos os justos, o coração pára, o forte, que não ceder a nenhuma perseguição e nenhum tentação consentindo ao mal. Nesta ocasião, não vai ceder à tentação, quando os perseguidores dirá: Aqui era Deus, isso é o que Deus é, aliado com você; eis que esta é que eu não sei como um grande sacerdote sobre a montanha; talvez seja por isso que você é pobre, porque Deus não o ajuda: suplicá-lo e ajudá-lo; talvez seja por isso que você está doente, por que não pedir: suplicá-lo para curar; talvez seja por isso que você não tem filhos: suplique-o e terá. Mas o que realmente faz parte dos ossos no corpo de Cristo, rejeita todos esses rumores e diz: Senhor, quem é como tu? Daí, se você quiser dar, mesmo nesta vida, o que eu peço; se não queres, tu serás a minha vida, ó vós que sempre que eu estou procurando. Eu posso deixar este mundo uma testa alta, se eu amava outro e eu vou ter você ofendido? Talvez amanhã eu vou morrer, e com que cara você vai olhar? Grande é a sua misericórdia, ele nos ensinou a viver bem e nos manteve escondido no final do dia de nossa morte, para que não prometo nada do futuro. Hoje eu agir e viver: eu vou trabalhar amanhã. E se você não haverá amanhã? Portanto, entre os ossos de Cristo: Senhor, quem é semelhante a ti? Todos os meus ossos dirão: Senhor, quem é como tu? (En. In Ps. 34 d. 1, 14)

Para reflexão

É preciso apenas olhar para: Aquele que nos redime e nos liberta, que deu o seu sangue para nos comprar e que os funcionários fizeram seus irmãos. (En. In Ps. 34 d. 1, 15)

pensamento agostiniano

A força de Cristo te criei, a fraqueza de Cristo recriada. O poder de Cristo chamou à existência, que não foi a fraqueza de Cristo tem impedido você perde o que existia. (In Io. 15 Ev., 6)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s